domingo, 12 de maio de 2013

[REVIEW] Glee – 4x22 – All or Nothing [SEASON FINALE]



Tudo ou nada. Não esperava que o título do episódio fosse tão enfático e levado ao pé da letra. Esse tipo de relação me lembra muito amor e ódio, que é atualmente minha relação com Glee. E apesar de amar a série, não gostei da season finale. Achei fraca e sinceramente esperava algo melhor.


Glee teve alguns problemas ao longo dessa quanta temporada. O maior problema, na minha opinião, estava no roteiro. Em alguns momentos não havia sincronia, faltava boas ideias. Glee tinha se resumido a algumas boas performances e números musicais interessantes. O contexto que envolvia tudo isso não parecia coerente e era muitas vezes forçado.

Por várias semanas vi coisas sendo jogadas na nossa cara sem o mínimo pudor ou introdução. De repente BOOMMMMM. A merda estava feita e generalizada. Entendo que a série estava passando por mudanças e era preciso uma reestruturação e equilíbrio entre os núcleos de Lima e o de New York. No começo parecia funcionar, mas em alguns momentos não houve equilíbrio e o resultado em tela era abaixo do esperado.

Mesmo assim Glee seguiu sólida na audiência. Isso mostra o poder que a série tem de cativar os fãs. Mas vamos ser sinceros. Muitas vezes gostamos mais de alguma música do que do episódio ou da história em si. Talvez essa seja a tendência natural de uma série musical. Mesmo assim, o roteiro se mostrou interessante e soberbo em alguns momentos que fizeram valer a pena a jornada por essa temporada.

E em meio ao lixo, vi surgir boas ideias, ótimos conflitos e excelentes execuções. Esses pequenos, mas incríveis momentos foram mantendo minha esperança de que em algum momento as coisas iriam se concertar e funcionar. Quando a série se aproximava mais da sua reta final vi essa esperança morrendo aos poucos. Toda a minha empolgação estava se transformando em má vontade e esperava sinceramente que essa finale valesse a pena.

Confesso que minhas expectativas estavam lá em cima. Tinha lido os spoilers, ouvido as músicas e até ali estava tudo ótimo e pronto para dar certo. Porém, não foi assim que aconteceu. Sei que com a ida do Cory para reabilitação o roteiro da final teve que ser mudado, pois havia lido possivelmente o Finn e a Rachel iriam voltar depois de um acontecimento trágico.

Mas de trágico mesmo só teve o episódio. Não estou sendo hater. Essa é apenas a opinião de uma fã descontente. E um pouco descrente. Como temos a quinta e sexta temporadas garantidas espero que tudo ocorra bem, sem mais problemas.

O episódio já começou com uma abordagem interessante da Brittany num dos gabinetes do MIT. Estava esperando por essas cenas e fiquei contente com o resultado. Quem diria que Brittany fosse mesmo uma grande descoberta científica? E mesmo que o tom usado no episódio fosse de brincadeira, a coisa foi séria. Tão séria que poderemos perder a Brittany para a próxima temporada. A não ser que seja criando o núcleo no MIT agora.

Britt vê diante dela a maior oportunidade de sua vida e isso a deixa um pouco soberba demais. Mas graças aos esforços de Sam e Santana ela voltou a ser quem era e nos presenteou com uma cena muito bonita e a mais emocionante do episódio. Fiquei arrepiado com as declarações da loira na sala do coral antes da apresentação. E o tom era mesmo de despedida. Não parecia ter volta. Todo o episódio parecia uma celebração à Brittany e sem dúvidas o foi.

Outro grande foco do episódio foi a finalização do plot do  catfish. Fiquei feliz pelo roteiro ter resolvido isso logo no começo do episódio. Quando Marley se assumiu como culpada pensei que a grande revelação só seria feita no final. Mas Unique acabou assumindo a culpa e se revelando como a Katie_xoxo.

Não consegui entender a reação exaltado do Ryder exigindo que a pessoa se entregasse e muito menos depois quando ela finalmente descobre a identidade. Não vou levar a sério a ameaça dele de sair do Glee club e muito menos de nunca mais falar com o Wade. Depois que o New Directions ganham as regionais ficou claro que não há espaço para esse tipo de relação entre os membros.

As músicas escolhidas para a apresentação nas regionais foi bem legal, bem melhor do que as do ano anterior. Esse ano ficou muito claro que o ND venceriam e não precisou nem de muito suspense e notas altas e estendidas para Frida, que brilhou do seu jeito no palco e o segundo lugar foi bem merecido.

Até o plot do Blaine e do pedido de casamento perdeu o impacto. Mas a história das velhinhas valeu por tudo. Me emocionei com a cena do pedido de casamento no restaurante e fiquei contente pelo Blaine não ter ganhado um solo e estragado de vez as coisas. Senti falta de um pouco mais de interação dele com o Kurt. Pareciam que eles estavam fora de sintonia e em momentos muito diferentes.

Também senti falta da Rachel do episódio. Esperava que ela estivesse em Lima para as Regionais. Mas a performance dela no começo valeu, entretanto, não sei se foi o suficiente para ela levar o papel da protagonista em Funny Girl. Continuo achando que Rachel tem que comer muito arroz com feijão para chegar lá. E a decepção de não ter conseguido o papel seria um ótimo mote para o começo da quinta temporada.

Infelizmente teremos que esperar até meados de setembro para ver onde essas histórias iram nos levar. Quem serão as novas caras do coral, quais aqueles que vão nos deixar, aqueles que vão voltar.
Bom, foi bom ter a companhia de vocês ao longo dessa temporada e espero contar com vocês por aqui nas próximas. Até lá.

OBS: Ainda não consegui superar aquela cena final. Foi muito ruim, gente!



4 comentários:

  1. joguei no google: glle 4x22 pra ter CERTEZA que era season finale, não curti não... me faltou algo... Tbm concordo com mta coisa jogada na nossa cara, nem parece q já se apssou 1 temporada.... Gosto do Ryder, não quero que ele se vá, e agora??? : (

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agora é aguarda a season 5 para termos alguma certeza. Glee sempre foi uma série que soube surpreender, de uma forma boa e também ruim. A Fox renovou a série até a sexta temporada e temo que estejamos diante de um fim. Ate agora vimos que a série tenta progredir, mas continua atrelada ao passado e esquece que às vezes para realizar um sonho, temos que deixar as coisas para trás.

      Obrigado pelo comentário. Volte sempre ;)

      Excluir
  2. essa temporada de Glee começou ruim e terminou pior ¬¬

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo. Tiveram apenas poucos bons episódios.

      Excluir